segunda-feira, 23 de julho de 2012

Educação vergonha - sem novidades!

Que a educação no Brasil é uma vergonha, todo mundo já sabe, e essa frase tornou-se uma das mais clichês quando se trata do ensino nacional, porém, vou insistir em falar um pouquinho disso e, talvez, torrar um pouco a paciência de vocês com a nossa política.
Odeio política. Mesmo. Acho chato, massante e repetitiva, mas ainda assim procuro saber o mínimo que se passa por aí, muita coisa, confesso, não entendo, mas o suficiente para deixar aqui apenas a observação que enquanto os excelentíssimos deputados votam sobre seus próprios salários, todas, sim, T O D A S (com excessão de duas, para acabar com meu tom de protesto) universidades federais do Brasil estão paradas há quase três meses. Considerando que muitos cursos são semestrais, ou seja...
O que fica mais entalado é que o descaso do Brasil é tão grande para com a educação dos seus, que acha cabível uma paralisação nacional por três meses das universidades federais, pois, cá entre nós, se o governo quisesse, já tinha conseguido um acordo há muito tempo.
Para encerrar, deixo aqui uma paráfrase do governador do Paraná, senhor Beto Richa, que bem traduziu o que todo o político pensa: "Pessoas com curso superior (ou com, teoricamente, uma grande bagagem de conhecimento e cultura), tendem a ser insubordinadas." E claro, ninguém quer isso, não é mesmo?!
Depois o governo vem com ProUni, cotas raciais, sociais, etc, etc, dizendo que quer incentivar os jovens a estudar. Não seria mais uma do nosso governo para "gringo ver"?

E depois de planejar vários posts e ficar quase seis meses sem postar aqui, venho com um texto "5 minutos"... rsrs desabafo puro.

É isso galera, e salve-se quem puder!

*Não sou contra o ProUni, que ajuda muita gente, apenas acho irônico o governo fazer tanta propaganda e investir tanto com esse tipo de coisa ao invés de melhorar o que é de sua responsabilidade: as universidades federais!